Mostrar-me um exemplo O meu título conteúdo da página P I N Ó Q U I O: Dezembro 2013

as Cotações importantes

.............................................. ....................................................

Acerca de mim

A minha foto
Povoa de Varzim, PORTO, Portugal
Importa saber o que nos motiva a falar para o mundo e para a cidade... BLOG porquê? Na busca da verdade, ou pela sua sombra...

quero aplaudir...

quero aplaudir...
O Fim das taxas moderadoras...

online

domingo, 29 de dezembro de 2013

a UNIÃO NACIONAL– da Constituição de 1933

A Constituição de 1933, para aqueles mais novos e que não sabem, é a Constituição de Salazar…

depois dela tiveram os Portugueses a Constituição de 1976, que após várias revisões é  a que vigora na atualidade.

A Constituição de 1933 também teve várias revisões,em1945,1951,1959 e 1971…

OS poderes do Presidente da República eram semelhantes aos do Rei na monarquia constitucional de 1822…

O GOVERNO era o EXECUTIVO e o LEGISLADOR…

26218_336702167228_333055822228_3397299_2409399_s

A ASSEMBLEIA NACIONAL era eleita por listas em sufrágio direto dos eleitores mas sempre com uma lista proposta pela União Nacional…

MAS O QUE ERA A UNIÃO NACIONAL ?

Pois Sim… BOM… Não eram permitidos partidos políticos… o regime político não era pluralista…

para se realizar um governo sem partidos, criou-se uma organização “não partidária”,proponente de candidaturas oficiais aos actos eleitorais  A União Nacional…

PERCEBERAM ???? LOGO VI …

milit

e Mais ? depois da revisão de 1959 , O presidente da república deixou de ser eleito por sufrágio direto dos eleitores..e a ser eleito por um “colégio eleitoral”… Será que foi a candidatura do Humberto Delgado que fez mudar a forma de eleição presidencial ???

----Não vou falar aqui da Câmara Corporativa--- isso é trabalho de casa para v. ex.cias pesquisarem…

  Mas muito parecida com esta maioria irrevogável…eh!eh!eh! --- Não acham?

Ai não ?  Onde está a diferença ??? NA TROIKA ???   Olhe que não…

acriseeopre

sábado, 21 de dezembro de 2013

CARGOS POLITICOS SIM…mas sem subvenções , pensões ou vencimentos … Principio da Gratuitidade…

ahist

  PRINCIPIO DA GRATUITIDADE DOS CARGOS POLITICOS 

TODOS OS CARGOS POLITICOS DEVEM SER GRATUITOS.

Não devem ser remunerados, subvencionados, pensionáveis,

ou sujeitos a qualquer vencimento ou regalia…

    Apenas devem ser permitidas ajudas de custo, onde se pode incluir as deslocações,

as despesas de representação, a alimentação, e outras despesas devidamente justificadas.

Nada a opor que os anos gastos em cargos políticos se possam somar aos demais anos

da vida activa , mesmo computados aos melhore anos para efeitos

de reforma por aposentação, invalidez, ou pré-reforma…

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O Pato LARANJA

patolrnj

     O Pato LARANJA era um Pato. E era laranja…

O Pato Laranja vivia como outros patos…

 passarico004patolarnj

patolaranjpatolaranja

Os outros patos também eram Patos Laranja…

Mas havia patos que não eram patos nem Laranjas…

painam001ufo001

E também havia outros Laranjas mas que não eram Patos.

E era Natal !!! votos

Todos estavam contentes !!!

couve

Ninguém comia Patos no Natal…nem Laranjas!!!

preçosbaix001kil001a

Os Preços eram Baixos!!! BAIXISSIMOS !!!

bolsa

Ninguém queria vender Patos, e muito menos Laranjas…

E só Ninguém votava nos Patos ,e nos Laranjas…

Os outros Não eram Ninguém…

elegeme

e Queriam Eleições Já…  contra os patos laranjas !

baixarprec[6]

E FOI ASSIM que naquele Natal…se serviu pato

com laranja ao Jantar… Ninguém comeu

apenas couves com batatas…

                              FIM

Conto de Natal – autor : renato pereira

ilustração: renato pereira…

sábado, 14 de dezembro de 2013